Bonito – roteiro de 4 dias

Sabe aquele destino que está na sua listinha dos sonhos a anos?

Pois é, Bonito, em Mato Grosso do Sul, estava na nossa lista a um tempão e finalmente realizamos o sonho de conhecer esse paraíso de águas cristalinas no centro do Brasil.

Não esqueça de conferir o RESUMÃO DO V.C. no fim do post!!! Lá você encontra o resumo dos gastos de toda a viagem!

Acompanhe nossas viagens em tempo real através do nosso Instagram: @viajecasal

SOBRE BONITO

Bonito possui 21 mil habitantes e a cidade gira em torno da agropecuária e do ecoturismo (considerado um dos melhores destinos de ecoturismo do Brasil).

Sabia que o ecoturismo começou a ser explorado na região em 1990? Pois é, recente né?

E a partir daí os fazendeiros da região começaram a investir na infraestrutura e hoje os passeios em Bonito podem até ter um preço salgado, mas são muito bem estruturados e preservados.

Ir para Bonito não é sinônimo de fazer todos os passeios próximos da cidade não! Os pontos turísticos mais famosos ficam em Bonito, Jardim e na região da Serra da Bodoquena. A maior parte dos pontos turísticos ficam à mais de 1 hora de carro do centro da cidade.

Porém é no centro de Bonito que possui melhor estrutura para o turismo, pois é lá que você vai encontrar as melhores hospedagens, restaurantes, agências de passeio e lojinhas.

COMO CHEGAR 

Bonito fica em Mato Grosso do Sul, à 300 km do aeroporto de Campo Grande.

A forma mais comum de chegar até lá é justamente pelo aeroporto de Campo Grande, e de lá alugar um carro e dirigir  até Bonito (foi isso que fizemos).

VOO ATÉ CAMPO GRANDE + ALUGAR UM CARRO

Alugamos um carro pela Álamo com antecedência. Porém no desembarque do aeroporto de Campo Grande possui além da Álamo, a Localiza e a Movida.

Desembarque do Aeroporto de Campo Grande. Foto: Viaje Casal.
Desembarque do Aeroporto de Campo Grande. Foto: Viaje Casal.

O trajeto mais indicado é por Sidrolândia – Nioaque – Guia Lopes da Laguna – Bonito.

Esse trajeto foi indicação de uma funcionária do ponto de informação ao turista no aeroporto de Campo Grande.

São 3 horas e meia de viagem em estrada de pista simples e com pouco movimento. Trajeto não possui pedágios.

Se atente ao limite de velocidade ao passar pelas zonas urbanas (30/40 km/h).

VOO ATÉ CAMPO GRANDE + ÔNIBUS

Chegando no aeroporto de Campo Grande, será necessário ir de uber (R$30,00) ou taxi (R$50,00) até a Rodoviária de Campo Grande.

Existe a opção também de ir para a rodoviária de transporte público. O trajeto dura cerca de 01:20h, sendo necessário pegar 2 ônibus.

Telefone da Rodoviária Campo Grande: (67) 3313-8703
Telefone da Rodoviária Bonito: (67) 3255-1606

Quem opera a rota de Campo Grande/Bonito é a empresa Cruzeiro do Sul.

São 3 horários de segunda a sábado:

De Campo Grande para Bonito: às 08h, 13h, 16h.

De Bonito para Campo Grande: às 07h, 13:30h, 18:30h.

*com operação reduzida aos domingos.

A viagem dura em média 4 horas, as passagens custam R$ 63.11 e os ônibus partem do terminal rodoviário de Campo Grande, que fica localizado Av. Gury Marques 1215 (afastado do centro e do aeroporto).

VOO ATÉ CAMPO GRANDE + TRANSFER

A agência Bonito Way  possui serviço de transfer do aeroporto de Campo Grande até sua hospedagem em Bonito.

O transfer é realizado em carro passeio, doblo, van, micro ônibus ou ônibus com ar condicionado (de acordo com a quantidade de pessoas).

Saida do aeroporto de Campo Grande com destino ao Hotel em Bonito, com duração de aproximadamente 04 horas e quando as condições permitem, pode haver uma parada para banheiro e/ou alimentação (média de 10 min.) no município de Nioaque.

R$100,00 por pessoa.

VOO ATÉ BONITO

Existe a opção de voar de Azul, saindo de Campinas direto para Bonito.
Esse voo direto funciona de quartas-feiras e domingos.

O valor costuma ser bem mais alto que voos até Campo Grande.

Campinas / Bonito quartas-feiras às 13:30h e domingos às 10:25h
Bonito / Campinas quartas-feiras às 15:30h e domingos às 12:00h

QUANDO IR

Estação chuvosa:  De dezembro a março. Verão.
Calor intenso (temperaturas na casa dos 35ºC). Cachoeiras estão mais cheias porém há menos peixes nos rios devido a  piracema. Alguns passeios podem ser desmarcados por causa da chuva e a água dos rios fica turva.
Do meio de dezembro ao início de fevereiro o sol incide na Gruta do Lago Azul, tornando a visão do lago ainda mais bonita.

Estação seca: De maio a agosto. Inverno. Época em que os rios estão mais cristalinos e com mais peixes, porém é também um período em a temperatura da cidade cai. Calor durante o dia e friozinho durante a noite (mínimas de 15ºC), por isso tenha roupas frescas e também agasalhos.

Férias e feriados: como em todos os lugares turísticos, os valores de hospedagem, passagem e passeios aumentam. Além de correr o risco de não ter disponibilidade em alguns passeios e a cidade pode estar lotada.

Para quem curte música: acontece no final do julho o Festival de Inverno.

Lagoa Misteriosa: Interditada de outubro a abril, pois nesse período as águas da Lagoa Misteriosa ficam turvas devido à proliferação natural de algas e o passeio fica interditado para flutuação e mergulho de batismo.

HOSPEDAGEM

Optamos por conhecer 2 estilos de hospedagem em Bonito para indicar para vocês =)

Reserve suas hospedagem através dos links abaixo. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda a manter os custos do blog. =)

HOSTEL CHE LAGARTO

Café da manhã bom, quarto simples e confortável e ótima localização.

Optamos pelo quarto de casal com banheiro privativo.

Para consultar a tarifa atualizada e reservar CLIQUE AQUI

POUSADA CHAMAMÉ

Café da manhã ótimo, ótima localização, quartos lindos e super confortáveis.

Para consultar a tarifa atualizada e reservar CLIQUE AQUI

PASSEIOS

Fechamos todos os passeios com 1 mês de antecedência pela agencia Bonito Way.

Eles nos ajudaram a montar o nosso roteiro de acordo com a quantidade de dias que estivemos em Bonito. Adoramos a organização da agência, que é uma das maiores de Bonito.

Acesse o site www.bonitoway.com.br para consultar os passeios, disponibilidade e preços.

ROTEIRO DE 4 DIAS

Nosso voo de São Paulo para Bonito decolou às 18hrs e teve duração de 1 hora e 30 minutos. Voamos pela companhia aérea Gol e compramos nossa passagem através de pontos do programa Smiles.

Chegamos em Campo Grande as 18:30. Campo Grande está no fuso 1 hora antes do horário de Brasília.

Alugamos um carro pela Álamo com antecedência. Porém no desembarque do aeroporto de Campo Grande possui além da Álamo, a Localiza e a Movida.

Após 3 horas e 30 minutos chegamos em Bonito.

Chegamos em Bonito as 23hrs, fizemos check-in no Hostel Che Lagarto e saímos para jantar no La Bonita bar e restaurante que fica bem próximo do hostel, no centro de Bonito.

Batata com palmito e lanche com filet mignon. Bar e restaurante La Bonita.

Enquanto esperávamos nossos pratos no restaurante uma senhora que se chama Dona Margarida, super fofa, passou oferecendo trufas de frutas típicas (comprei de pequi porque  amoooo pequi rs).
A dona Margarida disse que a esquina onde estávamos era a mais fria de Bonito. Ela disse que passa um corrente fria todas as noites nessa rua. E de uma coisa eu tenho certeza, passeio frio essa noite pois estava sem blusa hehe.

DIA 1

GRUTA DO LAGO AZUL

Trajeto até a gruta do lago azul : 40 minutos de carro.
Tem estacionamento gratuito, lanchonete, lojinha e banheiros.

Obrigatório ir de tênis e o capacete está incluso.
O passeio durou 1 hora e 20 minutos.
São 300 metros de trilha e mais 300 degraus até a gruta.
Em 1987 foi feita à primeira expedição na gruta que foi acompanhada pelo programa da rede Globo, Fantástico.
O lago possui 130 metros de comprimento, 40 largura e 90 profundidade.
Foi encontrado um fóssil de bicho preguiça gigante e um tigre dente de sabre que estão lá a mais ou menos 10 mil anos.
Em 1993 foi proibido entrar no lago pois virou patrimônio tombado.

Gruta do Lago Azul. Foto: Viaje Casal

Gruta do Lago Azul. Foto: Viaje Casal

FLUTUAÇÃO RIO SUCURI 

Trajeto da gruta do lago azul até o rio sucuri: 40 minutos de carro.
Tem estacionamento gratuito, restaurante e banheiros.

Almoçamos no receptivo do Rio Sucuri e descasamos na rede da fazenda até o início da flutuação.

Almoço no Rio Sucuri. Foto: Viaje Casal

Flutuação: roupa de neoprene, sapato, colete e snorkel incluso.
Treinamos a flutuação já com todos os equipamentos na piscina por 5 minutos.

Sala de equipamentos e armários. Foto: Viaje Casal

Depois fomos de caminhonete até o começo da trilha.
A trilha é rápida, fácil e possui aproximadamente 500 metros.

Parada para foto na nascente do rio Sucuri. Foto: Viaje Casal

Parada para foto na nascente do rio Sucuri. Foto: Viaje Casal

A flutuação teve duração de 1 hora e percorremos 1800 metros (o rio inteiro).

Flutuação no Rio Sucuri. Foto: Viaje Casal

Flutuação no Rio Sucuri. Foto: Viaje Casal

Jantamos no Restaurante Juanita.

De entrada pedimos o prato típico da região: cauda de jacaré. O sabor lembra muito frango. Eu e o Vi gostamos.

De prato principal escolhemos pacu com farofa de banana. Muito bom também.

Cauda de jacaré no restaurante Juanita. Foto: Viaje Casal

Pacu com farofa de banana no restaurante Juanita. Foto: Viaje Casal

DIA 2

CACHOEIRAS DA SERRA DA BODOQUENA

Trajeto até as cachoeiras da Serra da Bodoquena : 1 hora de carro.
Tem estacionamento gratuito, restaurante, piscina, banheiros e um balneário para curtir o dia todo.

Antigamente esse complexo se chamava de Hotel Fazenda do Betione e já existe à 20 anos. Era considerado um hotel muito caro, porém hoje em dia o foco é o day use no complexo. Ainda existe hospedagem para quem tiver interesse.
As cachoeiras são formadas pelas águas do Rio Betione (significa tamanduá) que possui 70km de extensão.
Durante todo o complexo é possível ver coco bacuri (significa pequeno em guarani) e eles usam pra caipirinha, sorvete e pudim. Esse coco é o principal alimento do macaco prego.

Prato típico de Bodoquena: Palga Serrana (palmito bacuri e frango caipira).

São 2,5 km de trilha ( maior parte na sombra e em terra batida ou tablados). Alugamos 2 pares de tênis pra água por 10 reais cada.

Cachoeiras da Serra da Bodoquena. Foto: Viaje Casal

Cachoeiras da Serra da Bodoquena. Foto: Viaje Casal

Cachoeiras da Serra da Bodoquena. Foto: Viaje Casal

Almoçamos no complexo das Cachoeiras da Serra da Bodoquena.

O almoço é incluso e estava uma delícia.

Jantamos no Restaurante Casa do João.

O melhor restaurante da região. Não deixe de ir!

O dono do restaurante passou de mesa em mesa, e de tanto que o papo estava bom ele até sentou em nossa mesa hehe. Adoramos saber da história dele e de como ele começou do zero e tornou um restaurante simples dentro de sua casa no melhor restaurante da região.

De entrada pedidos ceviche com chips de banana. Sensacional!

De prato principal, optamos pelo carro chefe da casa: Traíra sem espinha. Aprovadíssimo!

De sobremesa pedimos petit gateau de Guavira. Fruta típica do cerrado. Eu amei tanto que sinto saudades até hoje! rs

Ceviche do restaurante Casa do João. Foto: Viaje Casal

Traíra sem espinha do restaurante Casa do João. Foto: Viaje Casal

Petit gateau de guavira do restaurante Casa do João. Foto: Viaje Casal

Depois fomos conhecer a loja da Dona Margarida que estava vendendo trufas na rua no primeiro dia.

Descobrimos que ela é famosa pelas suas trufas e já saiu em revistas.

Vi e a Dona Margarida em sua loja. Foto: Viaje Casal

Matéria da Dona Margarida. Foto: Viaje Casal

DIA 3

NASCENTE AZUL

Trajeto até a Nascente Azul : 45 minutos de carro.
Tem estacionamento gratuito, restaurante, bar, piscina, banheiros e um balneário para curtir o dia todo.

Além da flutuação existe uma tirolesa de 450 metros que passa em cima de uma cachoeira, um balneário com piscina de água natural e o acqua louco sob um lago verdinho LOTADO de tambaqui. Esse foi o nosso passeio preferido.

Para chegar até a sala de equipamento para se preparar para a flutuação é necessário caminhar por uma trilha de tablado de 300 metros.
A trilha é linda!!! Passamos por uma cachoeira lindíssima de tufas calcárias.

Equipamentos inclusos: colete, máscara de mergulho, sapato e roupa de neoprene.

Caminhamos mais 20 minutos até o início da flutuação.
O passeio durou 2 horas e 30 minutos.

Trilha linda para o início da flutuação. Foto: Viaje Casal

Flutuação na Nascente Azul. Foto: Viaje Casal

Flutuação na Nascente Azul. Foto: Viaje Casal

Flutuação na Nascente Azul. Foto: Viaje Casal

Pagamos 40 reais cada para voltar de tirolesa e não de trilha (que seria de 450 metros de caminhada).
Valeu a diversão e a tirolesa foi super tranquila.

Depois da flutuação ficamos curtindo o balneário.

Balneário do complexo da Nascente Azul. Lago com tambaquis. Foto: Viaje Casal

Balneário do complexo da Nascente Azul. Lago com tambaquis e brinquedos sob a água. Foto: Viaje Casal

Balneário do complexo da Nascente Azul. Piscina rasa de água natural. Foto: Viaje Casal

FAZENDA MIMOSA

Trajeto da Nascente Azul até a Fazenda Mimosa : 20 minutos de carro.
Tem estacionamento gratuito, restaurante, lojinha, banheiros e redes.

Almoçamos na Estância Mimosa e foi o melhor almoço dessa viagem. Almoço de fazenda sensacional. Não deixe de experimentar o famoso doce de leite produzido na Fazenda.

O passeio durou 3 horas 30 minutos e foi todo percorrido por trilha. Um destaque especial à Guia Lucilene que foi sensacional!

Fazenda Mimosa. Foto: Viaje Casal

Fazenda Mimosa. Foto: Viaje Casal

azenda Mimosa. Foto: Viaje Casal

Jantamos no Taboa Bar.

Esse bar é super agradável, tem música ao vivo e é liberado desenhar e escrever nas paredes, mesas e cadeiras. Claro que deixamos nossa marquinha lá =)

Torradinhas de entrada no Taboa Bar. Foto: Viaje Casal

Peixe com banana no Taboa Bar. Foto: Viaje Casal

Carne com mandioca no Taboa Bar. Foto: Viaje Casal

Parede do Taboa Bar. Foto: Viaje Casal

Compramos sorvete na sorveteria Delicia do Cerrado. Possui vários sabores de frutas da região do cerrado. Adoramos!

DIA 4

Trajeto até o Rio da Prata : 50 minutos de carro.
Tem estacionamento gratuito, restaurante, banheiros e redes.

Para chegar até o início da flutuação caminhamos 30 minutos em uma trilha fácil.

A flutuação durou aproximadamente 1 hora e percorremos 1700 metros até a confluência Rio da Prata.
Ao final da flutuação caminhamos por mais uma trilha de 10 minutos.
Tomamos banho no vestiário do complexo, almoçamos e dormimos na rede até dar a hora de voltarmos para o Aeroporto de Campo Grande e pegar nosso voo pra São Paulo.

Voltamos direito do Rio da Prata para o aeroporto e o trajeto de carro durou 3 horas e 30 minutos.

Rio da Prata. Foto: Viaje Casal

Rio da Prata. Foto: Viaje Casal

Rio da Prata. Foto: Viaje Casal

Rio da Prata. Foto: Viaje Casal

DEMAIS PASSEIOS

4 dias foi pouco pra conhecer tudo que Bonito e região tem a oferecer.

Deixamos abaixo passeios que ficaram para a próxima:

LAGOA MISTERIOSA

Lagoa Misteriosa. Foto: Bonito Way

BOCA DA ONÇA

Boca da Onça. Foto: Bonito Way

ABISMO DE ANHUMAS

Abismo de Anhumas.  Foto: Bonito Way

BALNEÁRIO MUNICIPAL

Balneário Municipal.  Foto: Bonito Way

RESUMÃO DO V.C.

Quando fomos: Abril/2018

Passagem aérea Ida/Volta São Paulo – Campo Grande:

  • R$300,00 por pessoa.

Hospedagem:

Alimentação:

  • La Bonita Bar: R$104,50
  • Restaurante Juanita: R$218,91
  • Casa do João: R$240,13
  • Taboa Bar R$140,40

 Passeios:

  • Gruta do lago azul: R$50,00 por pessoa (sem almoço)
  • Flutuação Rio Sucuri: R184,00 por pessoa (sem almoço)
  • Cachoeiras da Serra da Bodoquena: R$165,00 por pessoa (almoço incluso)
  • Flutuação Nascente Azul: R$170,00 por pessoa (sem almoço)
  • Estância Mimosa: R$104,00 por pessoa (sem almoço)
  • Flutuação Rio da Prata: R$240,00 por pessoa (almoço incluso)

Aluguel de carro:

  • Aluguel 4 diárias Alamo: 416,36
  • Gasolina: R$ 94,89
  • Percorremos 951,7 km durante essa viagem.

Total por casal: R$4.399,19

Ponta Grossa: Ecoturismo Paranaense – roteiro de 2 dias

A cidade de Ponta Grossa fica à 114 km de Curitiba no estado do Paraná e quando estávamos planejando nossa viagem para Curitiba decidimos conhecer também Ponta Grossa e nesse post você entenderá o porquê.

Acompanhe nossas viagens em tempo real através do nosso Instagram: @viajecasal

A cidade é pequena, mas existem muitas cachoeiras, trilhas, furnas e um ecoturismo variado e bem estruturado.

Read more

Roteiro de 4 dias em Santiago do Chile

Embarcamos para Santiago do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Acompanhe nossas viagens em tempo real através do nosso Instagram: @viajecasal

Viajamos de LAN (atual LATAM) e adoramos! O vôo teve duração de 3 horas e meia e no geral foi bem tranquilo. Apenas houve um pouco de turbulência ao passar pela Cordilheira dos Andes, o que é super comum na região. A paisagem é tão linda lá de cima, que eu nem tive tempo de ficar com medo da turbulência, juro! Estava mais preocupada em tirar foto dessa vista maravilhosa hehe. Muita gente nos pergunta em qual lado é melhor sentar no avião para conseguir ver a Cordilheira, sentamos do lado esquerdo na ida e tivemos essa vista:

Read more