Família Sail Ipanema

Descobridor dos 7 mares

Você sabe quantos e quais são os mares de nosso planeta? Há várias respostas para isso, mas certamente o mar do Caribe é um dos mais lembrados por nós turistas. Imagine agora morar neste paraíso e fazer dele o seu quintal. É isso que faz o casal de brasileiros Renato e Sarah com seu cachorro Feijão num lindo veleiro catamarã de mais de 13 metros de comprimento, o Sail Ipanema.

Família Sail Ipanema
fonte: www.sailipanema.com

Eles alugam os quartos de seu veleiro para turistas e vão levando a vida assim, fazendo de sua moradia também sua própria renda. Conheci a história desse casal através de um amigo do trabalho, o velejador Bill, enquanto conversávamos sobre náutica em geral. Muito interessado pelo assunto, acabei pegando algumas dicas de conteúdo como o próprio Sail Ipanema e um canal no youtube chamado Hashtag Sal, ou apenas #sal.

A idéia do canal é nos fazer repensar o modo de vida que levamos e todas as facilidades que a vida nos oferece sem ao menos poder notá-las, quer ver como? Imagine um casal com uma filha de 1 ano morando num barco de 13 metros de comprimento. E se a criança adoecer em alto mar? O que comer? Como gerar renda? É o tipo de coisa que o canal responde através de entrevistas como a do casal Paloma e Gustavo, veja no vídeo:

Vídeo: Canal do youtube Hashtag Sal

Depois de assistir a um episódio como esse, eu e a Ciça viciamos no canal. O estilo de vida simples que se tem de ter para viver a bordo é cativante, pois mostra que usamos serviços e facilidades por mera imposição do tempo em que se vive.

Começamos então a nos questionar sobre onde nosso estilo de vida estava nos levando, se estava fazendo algum sentido ou se tínhamos um projeto de vida concreto além do tradicional trabalhar, casar e ter filhos, não que seja ruim, mas queríamos algo mais. Enquanto escrevia esse post foi lançado o episódio “#44- Do mercado corporativo para a praia dos Vagabundos”, que relata bem esse projeto de vida que falei acima e que muita gente pode se identificar com o casal Renato e Caci, que até conheci pessoalmente esses tempos atrás em uma brincadeira de vôlei lá em Paraty.

Lançamento do livro O que Sobra de uma Viagem de Elio Crapun
Fonte: arquivo pessoal

Mas no canal também há entrevistas com personalidades como Amyr Klink e Elio “Crapun” que contam como planejar uma grande travessia oceânica e os causos super interessantes que aconteceram quando decidiram não apenas assistir uma experiência de alguém mas sim viver e escrever a própria história.

amyr_klink_um_homem_precisa_viajar
Fonte: https://www.pensador.com/frase/MTM5Njc2/

Enfim, de uma simples conversa no trabalho acabei tendo noção do tamanho e da utilidade dos grandes mares que temos para explorar, e como já dizia aquela música “…Descobridor dos sete mares, Navegar eu quero…”. Este foi o primeiro post da série sobre veleiros deste blog, que agora terá uma seção especialmente dedicada à este tema.

Arquivo pessoal – Viaje Casal

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *