6 motivos para conhecer São José do Rio Pardo – SP

À 250 km de São Paulo, está a minha cidade mais querida!

São José do Rio Pardo marcou a minha infância!

A cidade onde o meu pai nasceu e onde passei inúmeras férias na casa da minha avó Maria Helena Dessimoni com minha irmã e meus primos, não poderia ficar de fora do blog :).

Acompanhe nossas viagens em tempo real através do nosso Instagram: @viajecasal

Confira os 6 motivos para conhecer a minha querida “Sanzé”:

1- Euclides da Cunha 

Nascido em 1866 em Cantagalo, no Rio de Janeiro, Euclides da Cunha foi engenheiro e escritor.

Euclides escreveu o livro “Os Sertões” durante os anos que passou em São José do Rio Pardo liderando a construção da Ponte Metálica (1898 à 1901).

img_7077

 

A Cabana: para ficar mais próximo da construção da ponte, Euclides solicitou que fosse construído uma cabana de zinco próximo ao local da ponte e foi de lá que ele escreveu grande parte do livro “Os Sertões”.

Essa cabana está lá até hoje e preservada.  É possível visitar. Fica bem às margens do Rio Pardo e em frente à Ponte Metálica.

denisecursino_a-redoma-abriga-a-cabana-de-zinco-de-euclides-da-cunha
CABANA DE ZINCO – Crédito obrigatório Foto: Juliana Branco

A Casa: local onde Euclides da Cunha morou com sua família e que hoje em dia tem como principal objetivo divulgar a vida e as obras de do autor. A casa é aberta ao público de segunda à sexta das 8h às 18h e aos sábados das 10h às 16h.
http://www.casaeuclidiana.org.br/

casaeuclidiana

img_7075img_7076img_7074

Semana Euclidiana: o principal e mais conhecido evento realizado pela Casa de Cultura Euclides da Cunha é a Semana Euclidiana.

O evento é realizado todos os anos de 09 a 15 de agosto.

Muitos estudantes da região participam de palestras, grupos de estudos, conferências, maratonas estudantis, desfiles, exposições, episódio republicano e romaria cívica ao recanto euclidiano.

2 – Cristo

O Cristo vale realmente uma visita!! A entrada é gratuita, possui vagas para estacionar o carro e vale muito a pena conhecer!

De lá de cima, é possível ver toda a cidade de São José, a vista é linda e a energia desse lugar é melhor ainda.

3 – Zoológico na Ilha São Pedro

Na Ilha de São Pedro existe um mini zoológico municipal que foi fundado em 1978.

Para chegar no zoológico é preciso atravessar essa ponte abaixo. Quando eu era criança, a diversão já começava nessa parte hehe .

O zoológico é pequeno mas, na minha opinião, vale a visita pelo passeio e pela natureza. A vista para o rio Pardo é bem bonita.

As crianças com certeza irão adorar. O passeio é rápido e tranquilo.

 

 

 

37642975

4 – Praça da Igreja Matriz

A igreja Matriz de São José do Rio Pardo teve sua história iniciada em 1858!

Não sei vocês, mas conhecer lugares que foram construídos e tiveram uma história a tantos anos atrás me fascina!

O bispo de São Paulo, Dom Antônio Joaquim de Melo esteve na paróquia de Monte Santo, em Minas, em 1858 e o Capitão Francisco de Assis Nogueira o procurou para ter a licença de mandar celebrar ofícios divinos na capela de sua fazenda Pião do Rio Pardo.

Foi considerada então a possível primeira missa da região à mais de 100 anos atrás! Incrível né?!

A fundação da Capela de São José do Rio Pardo aconteceu em 4 de abril de 1865.

O Vigário Joaquim Thomás reuniu fazendeiros, médicos, artistas… e disse sobre a sua idéia em construir uma nova Igreja.

A nova Matriz teve sua inauguração no dia 29 de maio de 1898. E em 1962-1964 houve uma nova inauguração da Igreja após uma grande reforma.

A igreja é realmente muito bonita e vale dar uma passada na praça e conhecer essa construção linda de 1898!

Para mais detalhes sobre a história da Igreja Matriz, acesse o link: http://www.saojoseonline.com.br/himatriz.htm

 

img_7072

img_7067

5 – O Rio Pardo

O rio Pardo nasce no município de Ipuiúna, em Minas Gerais, passa entre a Serra do Cervo e Poços de Caldas. A partir daí, entra no estado de São Paulo por Caconde, corta São José do Rio Pardo, e vai atravessando a rica região cafeeira conhecida como Califórnia Paulista. Ali, passa por Mococa, Casa Branca, Cajuru, Jardinópolis, Ribeirão Preto, Sertãozinho, Viradouro e Barretos, até desembocar no Rio Grande, na divisa entre São Paulo e Minas Gerais.

Seu curso total é de 573 km. O rio Pardo tem grande aproveitamento hidroelétrico, formando as represas Euclides da Cunha, Limoeiro e Caconde.

É possível ver o Rio Pardo em diversos pontos da cidade. O meu preferido é pela ponte Euclides da Cunha.

 

rio pardo
Créditos da foto: http://maps.mootiro.org/community/238/about

 

6 – Cine Teatro Colombo

O Cine Teatro Colombro foi inaugurado em 1936 e funciona até hoje!

Olha só o charme da fachada do teatro.

Para mais informações sobre sessões no Cine A (Cine Colombo) acesse o site http://www.cinea.com.br

Endereço: Rua Marechal Floriano, 110 – Centro – São Jose do Rio Pardo – SP

Telefone: (19) 3608-1123

img_7073

 

* Adendo especial: Creche Escola Professora Maria Helena Dessimoni

A minha avó Maria Helena Dessimoni, nasceu e viveu toda a sua vida em São José do Rio Pardo. Ela foi professora durante muitos anos e deixou a sua marca na cidade e no coração de muitos ex alunos, amigos e família, tenho certeza!

Em 2016, após 14 anos que ela se foi, recebemos uma feliz surpresa: depois de tantos anos minha avó foi lembrada e uma nova escola que foi construída na cidade de São Jose do Rio Pardo recebeu o nome de Creche Escola Maria Helena Dessimoni, em sua homenagem.

Ela brotou o amor por São José no meu coração e hoje ela está eternizada na cidade que ela tanto amou e nos ensinou a amar também.

A1445708-F222-4FF2-B16C-D1602D11B283ECD92772-01CA-4365-8C4A-95088A2E7DB3FA020342-4F19-4733-85B7-B9070E1B4CD7

 

Para ficar por dentro das notícias da cidade, acesse o site http://gazetadoriopardo.com.br/

Espero que tenham gostado do post da minha querida “Sanzé” =D

por: Ciça Dessimoni

6 comments

  1. Amo esta cidade que é minha cidade natal. Meus bisavós vieram da Itália no começo do século passado e se fixaram em São José, dando início à nossa família. Tenho parentes nesta cidade, e quando vou visitá-los, aproveito para visitar a cidade, que guarda um patrimônio natural e histórico magnífico! Tenho orgulho de ter nascido em São José do Rio Pardo, cidade que eu amo!

  2. Minha terra natal. Meus avós maternos e paternos vindos da Itália estabeleceram-se em São José do Rio Pardo, onde nasceram os meus pais e filhos, inclusive eu. Famílias: Boldrin/ Rossi e Russo/Manci. que originou inúmeros descendentes. Deveria ter mencionado que o atual Arcebispo do Rio de Janeiro Dom Tempesta que é natural de São José, pessoa de destaque nacional no meio religioso.

  3. Quase já ao cair da folha, tive ou senti um prazer inaudito de ter passado por essa cidade maravilhosa que me ficou gravada no coração e por ter contactado com seus filhos dilectos. A vida avança…mas a saudade ser queda para além do tempo. Hoje, enquanto me Deus iluminar e me der energia continuarei a cantar, em poemas, a beleza dessas paragens e de suas gentes. Obrigado pelas fotos e notícias que tiveram a gentileza de me enviar.
    QUE O SENHOR ABENÇOE E ILUMINE
    SÃO JOSÉ DO RIO PARDO

    A primavera chegou,
    Com esperança e agrado,
    A beleza regressou,
    A Terras de Rio Pardo.

    27ABR2017
    prosa

  4. Ao meu saudoso amigo JOÃO CURUÁ, não sei se está correcto, aquela figura amável e simpática ,que deixei para trás, na sua tenda a vender aquela fruta brasileira, tão deliciosa, junto a uma Igreja da cidade, eu envio um abraço de estima, afecto e muita saudade pelo seu encanto, o modo como me recebeu e acolheu como um verdadeiro amigo.O amor, escrevi um dia, não é mais do que um fluido sagrado que é bombeado da alma pelo
    coração para irrigar a nossa mente, a nossa consciência, a nossa fé em Deus e nos homens nossos irmãos.
    Até um dia JOÃO…
    Obrigado pela tua generosidade.
    276MAR2017
    Prosa

  5. Meus pais nasceram nesta linda cidade, quando criança viajava sempre para lá, minha “cidade dourada”. Ainda tenho tios e primos lá.

    1. Maria!!!! Que bela lembrança! Meu pai nasceu lá também! E passeio muitas férias na casa da minha avó Maria Helena Dessimoni! Essa cidade marcou minha infância! Bela cidade dourada!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *